Sandbox Wow

30/05/2014

I believe we can only achieve innovation by prototyping, experimenting and making a lot of mistakes.

Being a researcher in new interfaces for musical expression, for my Sandbox Wow, I’ve decided to build a prototype of a MIDI controller inspired by the Sandbox logo.

With this prototype I could experiment: a homemade conductive ink with graphite powder and white glue, a capacitive sensor with Arduino digital ports, a DIY sensitive pad made with a sandwich of two sides of EVA rubber and a contact mic as filling and a few musical interaction possibilities.

Making tangible things is a crucial part of my creative process. With the artefacts I build, I can have a better understanding on how and where I can improve and also acquire experience for future works.

Reflecting about this experience, here are some considerations for improvements:

- Visual feedback is important and the three colors per cell, with the RGB LEDs, were not enough during the step mode.
– The piezo-rubber pad didn’t work well and I think it could get better if there was a solid plate between the rubber and the piezo mic. The way it is, maybe, the rubber softens the contact.
– The way I implemented the capacitive sensor didn’t allow the system to trigger multiple events at the same time, which limited the musical expression.
– There is a lot of interference with the capacitive sensor value when I touch my computer’s body or step the floor with bare feet.
– As I chose not to solder anything, so I could reuse all the components again in future projects, the prototype took a lot of room and its ergonomy was compromised.
– The calibration process should be simpler and run only once. Currently, everytime the controller turns ON, the calibration is triggered.
– I’ve chosen the Arduino Mega because of my lack of time. However, I could use a simple Arduino Uno with chips such 74HC165 to increase digital input ports.
– In this version, the Arduino is sending MIDI messages through a serial port and an application called Hairless MIDI Serial is converting it to MIDI messages. In the future, the Arduino can be modified and the computer can recognize it as a MIDI device.
– Instead of cutting all the structure by hand, it can be much easier and a time saver to use a laser cutter.
– The musical controller was not so expressive in this prototype.
– Dragging the finger over the conductive ink was quite interesting for future musical interaction exploration.

The development of this prototype and this video was indeed an incredible experience. I hope you enjoy watching it! =)

Many thanks to Alissa Seixas for the endless support.

This prototype was made as part of the selection for Sandbox Recife and its shape is inspired by Sandbox‘s logo.


Cartas para Computação Física

26/04/2014

CartasCompFis

Queria compartilhar aqui algumas cartas que fiz como parte das aulas de Prototipação Eletrônica (no curso de Design de Interação) e Sistemas Embarcados (em Ciência da Computação) que venho dando nos últimos anos.

A motivação principal é que hoje, de fato, existem muitas possibilidades de uso de diversos componentes eletrônicos. As coisas tão ficando cada vez mais baratas e mais fáceis de usar. A crescente comunidade ao redor de microcontroladores como o Arduino, é uma evidência desses fatores.

Porém, quando vamos ter (ou gerar) alguma ideia, num determinado contexto, a impressão que tenho é que ficamos limitados por aquilo que lembramos naquela hora, naquele recorte temporal da nossa mente. É como se não tivéssemos uma visão geral sobre os blocos que podemos usar, gerando ideias que ficam viciadas apenas às possibilidades que recordamos.

Daí veio a instigação de criar cartas com os principais sensores, atuadores e elementos de comunicação que sirvam de inspiração para a etapa de geração de ideias de projetos de computação física. O objetivo é ter o baralho como bombardeio visual, para abrir a cabeça para possibilidades esquecidas momentaneamente.

Mas por que cartas? Para mim, as cartas evocam um elemento lúdico, promovem a fácil combinação e ainda facilitam a comunicação durante o processo de geração de ideias, tornando-o mais ágil, energético e, potencialmente, mais criativo.

Tudo isso que estou afirmando, vem apenas de minhas impressões. Não tenho nada provado, nem coisas do tipo. Nem rodei nenhum experimento ainda… Mas, como acredito no potencial das cartas, acho uma boa compartilhar com a galera e ver quais usos o baralho pode evocar (como diria Caetano: ou não…).

Abaixo, seguem as bichinhas divididas em três categorias básicas: em vermelho, são os sensores (elementos que sentem o ambiente físico e traduzem as grandezas em sinais elétricos); em azul, os atuadores (elementos que atuam no ambiente físico a partir de um estímulo elétrico); e, em verde, formas de comunicação, como protocolos ou componentes.

Como podem ver, ainda são rabiscos toscos, muitas vezes com descrições bem superficiais. A ideia é que, com o tempo, as cartas fiquem mais arrumadas e que apareçam mais possibilidades. Mas nunca perdendo o foco de funcionar como uma comunicação simples.

Queria agradecer às conversas inspiradoras com Jeraman, Giordano Cabral, Rodrigo Medeiros, João Tragtenberg, Alissa Seixas, H.D. Mabuse, Felipe Ferraz, Geber Ramalho e a galera do MusTIC!

Quem quiser o PDF para imprimir direto, tá nesse link aqui: http://goo.gl/syifVH

Bem, é isso!


TEDxUFPE – Agonias Artisticamente Computacionais

10/09/2013

Minha participação no TEDxUFPE. =D


Accelerometer – MMA7660 – Arduino Library

26/07/2013

MMA7660FC

Tested with: MMA7660FC from seeedstudio [product link]

Download the library MMA7660 here.

The pins follow the Wire reference: http://arduino.cc/it/Reference/Wire

For Arduino Uno, for example, are:

- GND -> Arduino GND
– VCC -> Arduino 3.3V
– SDA -> Arduino Analog 4
– SCL -> Arduino Analog 5

This library is just a enhancement of Tim Zaman’s library: http://www.timzaman.nl/?p=1089&lang=en
I
‘ve updated it to work with Arduino IDE 1.0.5.


Santo Amaro, Recife, Brasil

27/02/2013

stitch_15MP copy

-8.046779,-34.881593


sketchument

11/09/2012

sketchument is an environment for experimenting and creating musical interactions on iPad.
The interface can be entirely built by user by placing, resizing and connecting touchable, gestural or tangible inputs to musical outputs.
The app is under development and this video presents a preliminary version of its prototype.
This implementation is part of my Master’s Degree in Computer Science at CIn-UFPE, Brazil.

You can help the research by answering the questions here: http://goo.gl/N7IuV
————————————————————————————–
sketchument é um ambiente para experimentação e criação de interações musicais no iPad.
A interface pode ser inteiramente construída pelo usuário, posicionando, redimensionando e conectando entradas tocáveis, gestuais e tangíveis a saídas musicais.
O aplicativo está em desenvolvimento e este vídeo apresenta uma versão preliminar do seu protótipo.
A implementação é parte do meu Mestrado em Ciência da Computação no Centro de Informática da UFPE.

Você pode ajudar a pesquisa respondendo estas perguntas aqui: http://goo.gl/N7IuV


Aula de Ferramentas e Projetos – Computação Musical CIn/UFPE – 27.03.2012

28/03/2012
View this document on Scribd

Follow

Get every new post delivered to your Inbox.

Join 1,312 other followers